Onde a realidade se encontra com a ficção

 

Vamos à sinopse:

Vestido de preto da cabeça aos pés e com a aparência de alguém sempre pronto para ir a um funeral, Jeremy Marsh reflete em seu estilo uma forte vocação para encarar a vida de uma forma racional. Badalado pela comunicação social, respeitado pela comunidade científica, aos 37 anos o jornalista assina uma coluna na prestigiosa revista Scientific American. A saída que Jeremy encontra para exorcizar o fantasma de um casamento desfeito é negar a existência de outros tipos de fantasmas: aqueles que arrastam correntes e aparecem sob lençóis.
O seu trabalho como freelancer já o fez viajar pelo mundo à procura de lendas urbanas como a do monstro
de Loch Ness. Por isso, não se surpreende ao receber a carta de Dori McClellan, uma senhora com poderes divinatórios que o convida a investigar as misteriosas luzes de Cedar Creek, um antigo cemitério de escravos que teria sido alvo de uma maldição.
Jeremy deixa Nova Iorque e parte em direção ao sul dos Estados Unidos. Essa é a terra da sofrida Lexie Darnell - alguém que longe de ser uma rapariga ingênua do interior. Mas será que um forte sentimento pode ultrapassar as fronteiras que separam a fé da descrença?

 

O Milagre é sobre Jeremy, um jornalista científico (do tipo investigador de eventos paranormais), que mora em Nova Iorque e vai para uma pequena cidade no sul dos EUA fazer uma matéria sobre umas misteriosas luzes em um cemitério.
Na cidade, Jeremy conhece Lexie Dernell, uma bibliotecária, de 31 anos, que começa a conquistá-lo.
No entanto, Lexie não é nada parva... Já está “vacinada” contra homens do tipo de Jeremy.

Paralelamente ao romance de Jeremy e Lexie, também há os personagens secundários que são admiráveis! Doris McClellan (a vidente da cidade e avó de Lexie), Rachel (amiga de infância de Lexie), Rodney (um polícia apaixonado por Lexie).
Eu simplesmente consegui-me transportar completamente para Cedar Creek.  Além disso, como sou apaixonado por cidades no meio à natureza,e deliciei-me com a trama e com os detalhes do Nicholas Sparks.
Com o passar da história, o leitor vai conhecendo um pouco mais de cada um dos personagens e fica a torcer por um
final feliz. O que acontece no fim eu não posso dizer. Só posso dizer que foi um final bonito.
Simplesmente agarrei-me ao livro! Li em três dias e fiquei com saudades quando a história chegou ao
fim
.

Enfim, este é um livro muito bom que vale a pena ser lido!


 

publicado por Dreamer às 18:48 | link do post
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Fevereiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
14
18
22
24
25
28
29
comentários recentes
Gostei da forma como integrou dois dos meus textos...
Ao ler este texto, bem como mais alguns que tive o...
Eu acho que se pode amar um vício, desde que ele n...
Somos dois...Deixei de acreditar...
Por acaso não acredito no "Para sempre"
Gosto de pensar que no fim tudo dá certo, que se a...
Há portas que têm mesmo de fechar, mas por vezes f...
arquivos
Posts mais comentados
2 comentários
1 comentário
1 comentário
SAPO Blogs